segunda-feira, 20 de abril de 2015

Natura Ekos UCUUBA - a joia rara da Amazônia

Ucuuba é um fruto amazônico e seu nome significa "árvore da manteiga" em Tupi. 
Mas também é conhecida como a "joia rara" da floresta.


"Joia" porque essa sementinha vermelha é fonte de uma manteiga com alto poder de hidratação e reparação, mas de textura bem leve. O que é excelente para quem não gosta da sensação pegajosa na pele ao se hidratar (eu!).
E "rara" porque a exploração madeireira tem levado sua árvore, a ucuubeira, a correr risco de extinção. Para reverter essa tendência, a Natura incentiva a preservação da espécia através da valorização de seus ativos e geração de renda por meio do cultivo da semente.


Afinal, com o manejo sustentável da Ucuuba, as comunidades locais aprendem que é mais rentável extrair de forma correta o fruto e as sementes, do que derrubar as árvores para fornecer madeira pois isso gera renda apenas uma única vez, não é mesmo?


Os primeiros produtos que você vai conhecer este ano são:

* MANTEIGA REPARADORA PARA CORPO E ÁREAS RESSECADAS - já sabe, né... hidratantes que vêm em potinhos redondos são aqueles de textura densa e alto poder de hidratação, mas neste caso, você notará uma textura leve e aveludada. É ideal para usar nas áreas mais ressecadas do corpo, como pés, joelhos e cotovelos

* HIDRATANTE DESODORANTE CORPORAL - na tradicional embalagem de Natura Ekos, é ideal para os cuidados diários da pele. Tem toque seco e suave.

* MANTEIGA HIDRATANTE PARA MÃOS E ÁREAS RESSECADAS - naquela embalagem prática para levar na bolsa. Hidrata por até 48h e sua textura é leve e de fácil absorção.


Dentro de alguns meses, a linha ainda contará com:
* sabonete líquido hidratante para as mãos
* sabonete líquido para o corpo
* sabonete em barra cremoso

Viu só que bacana? Quanta história carrega um produto de Natura Ekos, não é mesmo?!

Essa novidade já está disponível para compra online na Rede Natura! Delicie-se com essa nova fragrância e textura que vem direto da Amazônia:  http://rede.natura.net/espaco/linda






Nenhum comentário:

Postar um comentário